MPF-RR recomenda exumação de corpos de indígenas vítimas da Covid para rituais fúnebres em comunidades

MPF-RR recomenda exumação de corpos de indígenas vítimas da Covid para rituais fúnebres em comunidades
Indígenas foram enterrados em cemitérios de Boa Vista. Recomenda√ß√£o foi enviada aos Distritos Sanit√°rios Indígena Leste e Yanomami. Comunidade na Terra Indígena Yanomami

Reprodução/ Hutukara Associação Yanomami

O Ministério Público Federal de Roraima (MPF-RR) recomendou a exuma√ß√£o dos corpos de indígenas vítimas da Covid-19, enterrados em cemitérios de Boa Vista, além do translado às comunidades de origem para a realiza√ß√£o dos rituais fúnebres conforme cada cultura.

O ofício, assinado pelo procurador da república, Alisson Marugal, foi encaminhado as coordena√ß√Ķes do Distrito Sanit√°rio Especial Indígena Leste (Dsei-Leste) e ao Yanomami (Dsei-Y). A recomenda√ß√£o é do dia 17 de dezembro passado.

O g1 procurou o Ministério da Saúde para se manifestar sobre a recomenda√ß√£o aos órg√£os ligados à pasta, mas n√£o teve retorno até a última atualiza√ß√£o da reportagem.

No texto, o procurador considera que "ignorar as pr√°ticas culturais em momento t√£o grave para uma família e uma comunidade é agravar a situa√ß√£o de sofrimento e a violência sofrida em raz√£o de doen√ßas levadas por n√£o indígenas". N√£o foi informado o número de corpos que devem ser exumados.

Em entre maio e junho de 2020, dois bebês Yanomami foram enterrados em Boa Vista sem autoriza√ß√£o da família. Esta etnia possui um ritual próprio de crema√ß√£o na floresta. Depois de cuidar das cinzas durante um ano, fazem o ritual tradicional.

J√° no mês de julho do mesmo ano, indígenas Wai Wai impediram a saída de duas ambul√Ęncias na comunidade Xaary, ao Sul de Roraima, em protesto para velar e enterrar dois moradores da regi√£o que morreram de coronavírus e foram enterrados em um cemitério particular da capital.

Os dois veículos só foram liberados um mês depois, após o MPF fazer um acordo, em que foi citada a possibilidade de exuma√ß√£o dos corpos. Sérgio Xexewa Wai Wai, de 80 anos, e Fernando Makari, 58, que morreram no dia 4 de julho de 2020.

A recomenda√ß√£o do MPF se baseia em dois pareceres técnicos do Instituto Médico Legal da Polícia Civil de Roraima e da Comiss√£o de Assessoramento Técnico do Departamento de Vigil√Ęncia Sanit√°ria da Secretaria Municipal de Saúde de Boa Vista, favor√°veis a exuma√ß√£o e translado dos corpos.

Ao final, o documento orienta a ado√ß√£o de três medidas pelos Dsei's, como entrar em contato com as comunidades para confirmar o interesse das famílias, providenciar o custeio do procedimento com ado√ß√£o de todas as medidas de biosseguran√ßa aplic√°veis, e orienta√ß√£o das comunidades sobre esses cuidados para a n√£o transmiss√£o durante os rituais.

Até a tarde desta ter√ßa-feira (11), o boletim epidemiológico da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) apontava que 4.480 indígenas foram contaminados pela Covid na regi√£o atendida pelo Dsei-Leste e ocorreram 110 mortes. J√° na Terra Yanomami s√£o 2.131 infectados e 22 mortos.

Leia outras notícias do estado no g1 Roraima.