Operação da PF investiga tráfego ilegal de pessoas para garimpos entre o Brasil e a Guiana Francesa

Cumprimento de mandados de busca e apreensão ocorreram nesta quarta-feira (26) em Oiapoque, no extremo norte do Amapá. Operação Catraia.

Operação da PF investiga tráfego ilegal de pessoas para garimpos entre o Brasil e a Guiana Francesa

Macapá (Amapá) - Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas primeiras horas desta quarta-feira (26) pela Polícia Federal (PF) em Oiapoque, no Amapá, contra investigados por intermediar o transporte ilegal de pessoas para trabalhar em garimpos clandestinos na fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa.

As buscas integram a opera√ß√£o Catraia, em refer√™ncia à embarca√ß√£o comum no tr√°fego fluvial de pessoas da regi√£o. A a√ß√£o é decorrente de outras investiga√ß√Ķes da PF que encontraram ind√≠cios de migra√ß√£o ilegal, além de outros crimes como contrabando.

Os mandados foram cumpridos em residências de investigados, que não tiveram os nomes informados. A "Catraia" chegou aos suspeitos a partir de uma abordagem a embarcação ocorrida em 12 de maio, onde o piloto abandonou o barco no rio.

"No interior da embarca√ß√£o foram localizados v√°rios objetos, inclusive itens pessoais, que indicavam se tratar de um meio de transporte para garimpo, além de combust√≠vel, o que caracteriza o crime de contrabando. Com a avan√ßo das investiga√ß√Ķes, a Pol√≠cia Federal identificou a suposta propriet√°ria do barco, que havia pago quase 100 mil reais por ele, bem como o piloto que empreendeu fuga na ocasi√£o", completou a PF.