Universitarias Club - Acompanhantes
Eficaz Pesquisa

Rosalynn Carter, ex-primeira-dama dos EUA, morre aos 96 anos

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Rosalynn Carter, esposa do ex-presidente Jimmy Carter (1977-1981), morreu neste domingo aos 96 anos, informou a fundação Carter Center.

Por Real Radio Tv Brasil em 19/11/2023 às 21:13:20
Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Rosalynn Carter, esposa do ex-presidente Jimmy Carter (1977-1981), morreu neste domingo aos 96 anos, informou a fundação Carter Center. “Nossa cofundadora, a ex-primeira-dama dos Estados Unidos Rosalynn Carter, morreu nesta tarde em Plains (no estado da Geórgia)”, informou a instituição na rede social X (antigo Twitter). Na última sexta-feira, 17, Rosalynn Carter, que foi diagnosticada com demência no ano passado, começou a receber cuidados paliativos em casa, assim como o marido. Em 18 de fevereiro, Jimmy Carter, de 99 anos, começou a receber esses cuidados em casa, em vez de intervenções médicas, após uma série de internações hospitalares. “Rosalynn foi minha parceira em tudo o que realizei”, disse o ex-presidente em um comunicado. “Ela me deu orientação sábia e incentivo quando precisei. Enquanto Rosalynn esteve no mundo, eu sempre soube que alguém me amava e me apoiava”, acrescentou.

Em uma entrevista no início de setembro, Jason Carter, neto de Carter, reconheceu que o casal estava “chegando ao fim”, mas que eles continuavam juntos e apaixonados. A ex-primeira-dama deixa os filhos Jack, Chip, Jeff e Amy, 11 netos e 14 bisnetos. Um neto faleceu em 2015. “Ela morreu pacificamente, com sua família ao lado”, disse a fundação, que a descreveu como “uma defensora apaixonada da saúde mental, do cuidado e dos direitos das mulheres”. “Rosalynn foi casada por 77 anos com Jimmy Carter, o 39º presidente dos Estados Unidos e ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2002”, lembrou o Centro Carter. “Além de ser uma mãe amorosa e uma primeira-dama extraordinária, minha mãe era uma grande humanitária por direito próprio”, disse Chip Carter.

Como primeira-dama, ela incentivou a melhoria do acesso ao atendimento e a redução do estigma sobre problemas relacionados à saúde mental, disse recentemente a família Carter, observando que um em cada dez americanos idosos sofre de demência. Como fundadora do Instituto Rosalynn Carter para Cuidadores, a ex-primeira-dama costumava dizer que há quatro tipos de pessoas neste mundo: as que já foram cuidadoras, as que são cuidadoras, as que serão cuidadoras e as que precisarão de cuidados.

*Com informações da EFE

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Eficaz Pesquisa
Eficaz Pesquisa